Mais uma ano que se inicia, espero que idéias boas saiam do papel. Que não vivamos apenas teorias tão sutis quando ditas em épocas de festas. É cansativo demais ver irmãos atolados em miséria e tão poucos mesquinhos desfrutando de um luxo que mais parece luxúria no lixo das vaidades.
Oxalá, Deus um dia se zangue e acabe com essa balbúrdia chamada FALSIDADE. É muito comum nesta época do ano aqueles "tapinhas nas costas" - Feliz natal! Ou - Feliz ano novo! Gostaria eu que os verdadeiros sentimentos aflorassem do coração, pois, só assim as palavras surtiriam efeitos práticos. Como diria o SKANK, diga logo a verdade, sem perder a cabeça, sem perder a amizade!
O que quero dizer? Simples, chega de pessoas que sempre querem levar vantagem em tudo, que tal olhar um pouco mais para as pessoas sem aquele olhar de "uma mão lava a outra"?
Enfim, reflitam...