A decisão do maior serviço de e-mail do mundo reflete a queda nos custos de armazenamento, enquanto novos computadores pessoais podem guardar até mil GB de dados e donos de iPods com 80 GB carregam até cem horas de vídeo nos seus bolsos.
Em contraste, quando a empresa lançou o seu serviço de e-mail há uma década, a capacidade era limitada a 4 MB por utilizador e os PC´s mais potentes da época armazenavam 144 MB.
«As pessoas devem ver o e-mail como algo onde arquivam as suas vidas», disse o gestor de operações técnicas na companhia californiana.
Atualmente, a Microsoft oferece 2 GB de e-mail gratuito, enquanto o Google cede 2,8 GB através do seu Gmail.