A falha acontece quando o Internet Explorer recebe imagens conhecidas como gráficos de vetor.
Explorando o defeito, um site equipado com as ferramentas certas pode instalar qualquer arquivo no computador de um internauta - inclusive arquivos que permitem roubar senhas, por exemplo. A correção para esta nova descoberta de falha, está prevista apenas para outubro. A falha foi detectada em sites pornôs Russos.
Como solução provisória, a empresa divulgou sugestões para evitar os efeitos do defeito. Entre as dicas, está a atualização constante do antivírus do computador e uma visita ao site de segurança da Microsoft Windows Live OneCare Safety Center.
fonte: BBC Brasil