O site de relacionamentos Orkut colocou no ar para os internautas que visitaram o endereço, nesse sábado, um alerta sobre perfis e comunidades que exibem material abusivo.
A iniciativa surgiu após uma semana em que o Google - administrador do Orkut - foi pressionado pelo Ministério Público para fornecer informações sobre perfis que exibem conteúdo de pedofilia e de estímulo ao racismo, segundo o Estado de S.Paulo.
O aviso pede ao usuário que leia os Termos de Serviços do site, que proíbe, por exemplo, menores de 18 anos de participarem.